quinta-feira, 22 de abril de 2021

Parler reaparece com a ajuda do serviço de segurança de propriedade da Rússia

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 1

Parler, a rede social popular entre internautas da direita, reapareceu com a ajuda de um serviço de segurança na web de propriedade russa enquanto o site busca uma maneira de contornar as proibições que o tiraram do ar no início deste mês. A informação é da Bloomberg.

“Nosso retorno é inevitável devido ao trabalho árduo e persistência contra todas as probabilidades”, escreveu o CEO John Matze em uma nova postagem, a mais recente desde que a Amazon Web Services parou de hospedar o site e foi banido da Apple Inc. e das lojas de aplicativos do Google . “Apesar das ameaças e do assédio, nenhum funcionário da Parler pediu demissão. Estamos nos tornando mais próximos e mais fortes como equipe ”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 2

Parler, agora está contando com um serviço de hospedagem da DDoS-Guard Corp., que é propriedade de dois russos, Evgenii Marchenko e Aleksei Likhachev , de acordo com documentos protocolados na Companies House, agência do Reino Unido que registra informações da empresa e as disponibiliza ao público. O site do DDoS-Guard lista uma localização em Edimburgo para sua sede.

Os dados públicos associados ao nome de domínio Parler.com mostram que um dos servidores da Internet para os quais ele direciona os visitantes é roteado via DDoS-Guard. Outro servidor, especificamente para rotear e-mail Parler.com, mas não o conteúdo do site, é um endereço Outlook.com, operado pela Microsoft Corp.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 3

Uma porta-voz do DDoS-Guard disse que a empresa não estava hospedando Parler e se recusou a comentar sobre os serviços que estava fornecendo ao aplicativo de mídia social. Ele confirmou que armazenou dados de clientes como parte de sua oferta.

No domingo, o CEO da Apple, Tim Cook, defendeu a decisão da Apple de remover o aplicativo Parler, apesar das reclamações dos críticos de que a medida afeta a liberdade de expressão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 4

“Nós vimos o incitamento à violência que estava lá”, disse Cook no “Fox News Sunday”. “Não consideramos que a liberdade de expressão e o incitamento à violência tenham uma interseção”.

O nome de domínio de Parler agora está registrado na Epik Inc., uma empresa de serviços de site com sede em Sammamish, Washington, de acordo com registros públicos disponibilizados pelo regulador da Internet Icann. Epik também é o registrador de domínio do Gab, outro site de rede social menos restritivo, popular na direita.

A maioria dos recursos do Parler.com pareceram permanecer inativos na terça-feira, além de declarações de Matze e outros funcionários. Os membros não conseguem fazer login ou postar mensagens e o aplicativo ainda não está disponível nas lojas Apple Inc. ou Google Play.

A Microsoft não respondeu imediatamente a um pedido de comentário. A Epik disse em um amplo comunicado em seu site de 11 de janeiro que “não teve nenhum contato ou discussão com Parler de qualquer forma”. A declaração também abordou propaganda, rupturas na sociedade civil e improbidade editorial por parte dos “grandes proprietários da mídia”.

Antes de sua proibição, Parler – que tem termos menos restritivos ditando o que os membros podem postar e foi endossada por alguns legisladores republicanos e figuras da mídia – viu um aumento no número de usuários, já que o Twitter Inc. e o Facebook Inc. baniram o presidente cessante Donald Trump.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 5
Gazeta Brasil
Gazeta Brasilhttps://www.gazetabrasil.com.br
A Gazeta Brasil é um jornal brasileiro diário editado na cidade de São Paulo. Publica textos, fotos, vídeos no formato digital. Faz parte do grupo AZComm Comunicação e Eventos.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimos artigos