Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

petrobras
(Divulgação/Petrobras)

Economia

Petrobras cancela privatização de TBG e 5 refinarias

A Petrobras anunciou nesta semana uma revisão em seu plano de privatização, retirando cinco refinarias e sua subsidiária, a Transportadora Brasileira Gasoduto Bolívia-Brasil S.A (TBG), da lista de ativos a serem vendidos. A mudança segue as diretrizes do novo Plano Estratégico da empresa, abrangendo o período entre 2024 e 2028.

O comunicado ao mercado anunciando essa decisão ocorre após a aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) de propostas de aditivos, modificando acordos estabelecidos em 2019 que definiram as regras para a venda desses ativos.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Como resultado, a Petrobras manterá o controle de importantes refinarias, como a Refinaria Abreu e Lima (RNEST), a Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar), a Refinaria Gabriel Passos (Regap), a Refinaria Alberto Pasqualini (Refap) e a Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste (Lubnor).

Adicionalmente, a empresa manterá 51% das ações da TBG, enquanto o restante das participações da subsidiária está dividido principalmente entre a belga BBPP Holdings e a boliviana YPFB Transporte.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Essa reversão na estratégia de venda de ativos segue um período de intensa privatização durante o governo anterior, que viu a Petrobras desfazer-se de várias subsidiárias e campos de petróleo. Entre os ativos vendidos estão a TAF, a BR Distribuidora e a Gaspetro, além das refinarias Landulpho Alves (RLAM), Isaac Sabbá (Reman) e a Unidade de Industrialização de Xisto (SIX).

Esses processos de venda foram supervisionados pelo Cade, órgão vinculado ao Ministério da Justiça e Segurança Pública, encarregado de garantir a livre concorrência. Os acordos de 2019, conhecidos como Termos de Compromisso de Cessão (TCCs), estabeleceram medidas para incentivar a entrada de novos players no mercado e promover a concorrência.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

No último dia 17, a Petrobras formalizou junto ao Cade as propostas dos aditivos, que permitirão à empresa manter o controle da TBG e das cinco refinarias que ainda não foram vendidas. A justificativa apresentada pela Petrobras para essa mudança incluiu baixo interesse dos compradores e propostas que não atendiam aos requisitos mínimos de avaliação econômico-financeira. A empresa também negou que as vendas anteriores tenham gerado benefícios competitivos, alegando que não houve redução nos preços dos produtos finais para o consumidor.

Além disso, a Petrobras argumentou que as vendas afetariam a execução da política energética nacional e poderiam prejudicar os projetos do país para a transição energética, destacando investimentos previstos para adaptações das refinarias à produção de biocombustíveis. A TBG foi mencionada como crucial nesse processo de descarbonização, dado que o gás natural é considerado uma fonte de energia mais limpa.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Para promover a competição, a Petrobras concordou com alguns compromissos nos aditivos, como divulgar diretrizes comerciais para entregas de petróleo por via marítima e oferecer Contratos Frame para refinarias independentes. A empresa garantiu ainda que a TBG manterá sua independência e negociará de forma transparente e imparcial com diversos clientes independentes.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

Mundo

O mundo está à beira de uma catástrofe, disse o Secretário-Geral da ONU, António Guterres, na sexta-feira, apontando os riscos de um potencial conflito...

Mundo

Três pessoas morreram e 10 ficaram feridas em um tiroteio em um supermercado em Fordyce, no Arkansas (EUA). A informação foi dada pela Polícia...

Brasil

Professores de ao menos 25 universidades federais encerraram a greve iniciada em meados de abril, de acordo com apuração da Agência Brasil. O prazo...

Alexandre de Moraes Alexandre de Moraes

Justiça

Nesta sexta-feira (21), o congressista republicano Chris Smith enviou uma carta ao ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, exigindo esclarecimentos sobre...

Juscelino Filho - Polícia Federal indicia ministro de Lula por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa Juscelino Filho - Polícia Federal indicia ministro de Lula por corrupção, lavagem de dinheiro e organização criminosa

Política

Nesta sexta-feira (21), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que está “feliz” com a atuação do ministro das Comunicações, Juscelino Filho...

Política

A deputada federal Sâmia Bomfim (PSol-SP) apresentou dois projetos de lei para dificultar a possibilidade de médicos e outros profissionais de saúde se recusarem a...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Brasil

No dia 21 de junho, sexta-feira, faleceu Davi Freire Zerbone, de 4 anos, que havia sido admitido no Hospital Estadual Roberto Chabo (HERC), em...

Brasil

Um homem procurado pelo feminicídio de sua ex-companheira em Sorocaba, interior de São Paulo, foi capturado na capital enquanto tentava escapar. Segundo informações dos...

Brasil

O Ministério de Portos e Aeroportos anunciou nesta sexta-feira (21) que o Aeroporto Internacional Salgado Filho, em Porto Alegre, será parcialmente reaberto na primeira...

Brasil

Na cidade de Teresina, a polícia efetuou a prisão de um comerciante e seu irmão sob a acusação de liderarem um grupo criminoso envolvido...

Brasil

A Prefeitura de São Paulo e o Governo Estadual têm instalado grades na Rua dos Protestantes, no centro da cidade, conhecida como Cracolândia, para...

São Paulo

Uma mulher de 46 anos foi presa em flagrante na quinta-feira (20) transportando 25 kg de crack na Rodovia Anhanguera, em Americana, no interior...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit