CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O presidente Jair Bolsonaro recebeu hoje (21) as credenciais de cinco novos embaixadores no Brasil, em cerimônia reservada no Palácio do Planalto. A partir de agora, estão habilitados a despachar no país os representantes de Chipre, Evagoras Vryonides; do Uruguai, Guillermo Valles Galmés; do Paquistão, Ahmad Hussain Dayo; da Índia, Suresh K. Reddy; e dos Emirados Árabes Unidos, Saleh Ahmad Salem Alzaraim Al-Suwaidi.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

View this post on Instagram

Bolsonaro recebe credenciais de cinco novos embaixadores no Brasil ⠀ ⠀ O presidente Jair Bolsonaro recebeu hoje (21) as credenciais de cinco novos embaixadores no Brasil, em cerimônia reservada no Palácio do Planalto. A partir de agora, estão habilitados a despachar no país os representantes de:⠀ (Arrasta para o lado para acompanhar a ordem dos embaixadores)⠀ ⠀ – Uruguai, Guillermo Valles Galmés (01/02)⠀ ⠀ – Chipre, Evagoras Vryonides (03)⠀ ⠀ – Paquistão, Ahmad Hussain Dayo (04)⠀ ⠀ – Índia, Suresh K. Reddy (05)⠀ ⠀ – Emirados Árabes Unidos, Saleh Ahmad Salem Alzaraim Al-Suwaidi(06)⠀ ⠀ ⠀ Fotos: Carolina Antunes/PR⠀ ⠀ #bolsonaro #embaixada #embaixadores #itamaraty #governo #politica #mundo #internacional

A post shared by Gazeta Brasil (@gazetabrasilnews) on

Tradicionalmente, um embaixador assume o posto após a entrega de documentos enviados pelo presidente de seu país ao governo do país onde atuará.

A apresentação das cartas credenciais ao presidente da República é uma formalidade que aumenta as prerrogativas de atuação do diplomata no Brasil. Caso a credencial não seja recebida pelo presidente, o embaixador não pode representar seu país em audiências ou solenidades oficiais.

*Agência Brasil

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE