CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O pedido que resultou na decisão de Marco Aurélio Mello de soltar o traficante André do Rap, chefão do PCC de São Paulo, foi apresentado pelo escritório de um advogado que era assessor do gabinete do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) até o começo do ano. A informação é da Revista Crusoé.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ex-assessor de Marco Aurélio Mello, Eduardo Ubaldo Barbosa, não aparece assinando o pedido. Quem assina é a sócia dele, Ana Luísa Gonçalves Rocha. Ambos são sócios do escritório Ubaldo Barbosa Advogados, com sede em Brasília, no Distrito Federal (DF).

Em fevereiro deste ano, Eduardo postou em suas redes sociais, segundo a revista, uma mensagem de despedida e agradecimento pelos dois anos de experiência no gabinete do ministro do STF:

“Após biênio de riquíssimo aprendizado, despeço-me dos colegas que fizeram deste período no Supremo mais do que uma experiência profissional”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE