Uma aplicação no Bradesco de 2.566.468 unidades de CDB, com vencimento em 18 de maio e cujo emissor é o Bradesco chamou atenção do juiz Carlos Henrique André Lisboa, da 1ª Vara da Família e das Sucessões, responsável pelo processo de inventário de Marisa Letícia, que pediu esclarecimentos ao ex-presidente Lula sobre aplicações de sua esposa.

Inventariante do patrimônio de Marisa, Lula precisa esclarecer uma aplicação de 2.566.468 unidades de CBD, com vencimento para o dia 18 de maio, emitidos pelo banco Bradesco. O magistrado quer que Lula esclareça se tais investimentos se referem a contratos anexados aos autos. De acordo com os documentos, cada CDB vale R$ 100.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram