Rodrigo Maia

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia,  voltou a provocar o presidente Jair Bolsonaro nesta terça-feira (7). “[O presidente Jair] Bolsonaro não vai demitir um ministro popular como ele. A decisão de manter Mandetta não foi política, Bolsonaro ouve mais as redes sociais do que o Congresso.”

“Bolsonaro não vai demitir um ministro popular como ele. A decisão de manter Mandetta não foi política, Bolsonaro ouve mais as redes sociais do que o Congresso”, disse Maia.

Maia também pediu união entre os poderes. “O momento é de focar no principal que é saber como vamos salvar vidas, garantir empregos e recursos para empresas e para os mais vulneráveis. Olhar menos para as diferenças”, ressaltou.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram