Cristina Kirchner
Julgamento da ex-presidente da Argentina Cristina Kirchner acusada de corrupção, associação ilícita e desvio de verbas de obras públicas, em Buenos Aires, Argentina.

Ouça essa matéria na integra

A justiça da Argentina decidiu, nesta sexta-feira (20), levar a julgamento a ex-presidente Cristina Kirchner e os demais acusados pelo “escândalo dos cadernos”, no qual a atual candidata à vice-presidência era investigada por integrar uma rede de propinas pagas por empresários a integrantes do governo em troca de contratos de obras públicas. ao todo, ela responde a 11 processos.

O juiz federal Claudio Bonadio indiciou a ex-presidente e outras 53 pessoas e determinou que todos respondam por “associação ilícita” e corrupção.

Bonadio vem usando a figura da “Lei do Arrependido”, parecida à da delação premiada do Brasil, que antes só era usada para casos de narcotráfico. Recentemente, porém, o Congresso autorizou o uso da norma também em investigações de corrupção.