CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Votos para manter veto de Bolsonaro

O líder do governo no Congresso, senador Eduardo Gomes (MDB), disse nesta quinta-feira (20), em entrevista ao Antagonista, que na Câmara há votos suficientes para manter o veto de Jair Bolsonaro ao aumento de salários de servidores em meio à pandemia da covid-19. Na noite de ontem (19), o Senado derrubou o veto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Contagem. Temos voto para manter o veto”, respondeu ao ser questionado se era torcida, achismo ou contagem de votos.

Segundo Gomes, a votação será ainda nesta tarde: “Vai ser daqui a pouco”

O senador afirmou ainda que a derrubada de ontem pelos senadores foi “muito ruim”, mas avaliou que, em se confirmando a manutenção do veto, o episódio será “página virada”:

“Página virada. Vai chegar a hora em que a Câmara vai fazer isso [derrubar um veto] e o Senado vai ter que segurar a barra”.

Gomes, responsável pela articulação política em sessões do Congresso, está disparando ligações para os deputados — a maioria está fora de Brasília em razão da pandemia.

Segundo ele  ele, “nem sequer toda a esquerda” vai votar para derrubar o veto.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE