CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

4 anos do impeachment de Dilma

Nesta segunda-feira, (31), o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff completa 4 anos. Entre tantos acontecimentos marcantes de 2016, um dos que mais impactaram o país e o Congresso Nacional foi o impeachment de Dilma Rousseff.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O processo teve início em 2 de dezembro de 2015, quando o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha deu prosseguimento ao pedido dos juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale Júnior e Janaína Paschoal. Com uma duração de 273 dias, o caso se encerrou em 31 de agosto de 2016, tendo como resultado a cassação do mandato, mas sem a perda dos direitos políticos de Dilma.⠀

Na justificação para o pedido de impeachment, os juristas argumentaram que a então presidente havia cometido crime de responsabilidade pela prática das chamadas “pedaladas fiscais” e pela edição de decretos de abertura de crédito sem a autorização do Congresso.⠀

 

Siga a Gazeta Brasil e veja as fotos que marcaram o impeachment de Dilma:

View this post on Instagram

O processo de impeachment de Dilma Rousseff teve início em 2 de dezembro de 2015, quando o ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha deu prosseguimento ao pedido dos juristas Hélio Bicudo, Miguel Reale Júnior e Janaína Paschoal. Com uma duração de 273 dias, o caso se encerrou em 31 de agosto de 2016, tendo como resultado a cassação do mandato, mas sem a perda dos direitos políticos de Dilma.⠀ ⠀ Na justificação para o pedido de impeachment, os juristas alegaram que a então presidente havia cometido crime de responsabilidade pela prática das chamadas "pedaladas fiscais" e pela edição de decretos de abertura de crédito sem a autorização do Congresso.⠀ ⠀ (Fotos: Bilac Pinto, Reuters e Bloomberg)⠀ ⠀ #ImpeachmentdeDilma #política #pt #dilma

A post shared by Gazeta Brasil (@gazetabrasilnews) on

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE