carros

A isenção do novo rodízio de veículos de São Paulo teve sua lista de automóveis ampliada, agora gestantes e pacientes em tratamento debilitante de doença grave fazem parte do rodizio. Entraram também no grupo de isentos os veículos de coleta de lixo e resíduos sólidos, veículos de limpeza urbana e viaturas de escoltas armadas, devidamente autorizadas pela Polícia Federal, além de veículos para manutenção dos serviços essenciais. É preciso fazer o cadastro no sistema para pedido de isenção.

O  DSV (Departamento de Operação do Sistema Viária) informou que a ampliação não vale para veículos particulares de trabalhadores dessas categorias. 

Para fazer o cadastro, é necessário enviar uma planilha que pode ser baixada aqui para o e-mail: [email protected] com as seguintes informações:

–  Responsável pela solicitação com qualificação: nome completo, RG, CPF, endereço, telefone comercial / celular, celular e o nome do estabelecimento vinculado para eventual contato por parte do DSV;

–  confirmação expressa no corpo do e-mail de que o requerente que faz parte das exceções previstas na isenção do rodízio;

– declaração expressa de que as informações prestadas são verdadeiras, e de inteira responsabilidade do declarante.

As informações de CPF/CNPJ ou de placas não devem conter pontos, hífens ou qualquer outro sinal gráfico além de números ou letras.

Outra forma de realizar o cadastro é acessando o site https://sp156.prefeitura.sp.gov.br, clicar na área “Trânsito e Transporte” e, em seguida, na opção “Rodizio de Veiculos (coronavírus) – Cadastrar veículos para isenção durante a pandemia”.

Já referente aos pacientes que realizam algum tratamento debilitante de doença devem clicar na área “Rodízio de Veículos – Isenção para pessoa com deficiência (PCD)”, onde tem a opção de cadastro para pessoas em tratamento de doenças graves.

Neste caso é necessário que o paciente apresente um atestado médico emitido em até 90 dias referente à doença.