(Foto: Representação)

Ouça essa matéria na integra

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin na tarde desta terça-feira (19), a leitura do relatório de uma denúncia contra o senador Renan Calheiros (MDB-AL), por corrupção e lavagem de dinheiro, pelo suposto recebimento de R$ 1,8 milhão de propina.

Segundo a Procuradoria-Geral da República (PGR), o dinheiro foi pago pela NM Engenharia em troca de contratos na Transpetro entre 2008 e 2010, presidida à época por Sérgio Machado, e foi distribuída a aliados do senador.