Foto: reprodução

O processo democrata para escolher o candidato do partido a enfrentar Donald Trump nas eleições de novembro teve um início confuso e constrangedor para a legenda na noite desta segunda-feira, com várias horas de atraso na divulgação dos resultados. Se em 2016, por volta de meia-noite (no horário de Brasília) de segunda cerca de 80% dos votos já estavam contabilizados, este ano por volta de 2h desta terça nenhum resultado havia sido anunciado.

Em nota, o Partido Democrata de Iowa informou que a demora se devia a checagens do processo devido a inconsistências nos resultados. Mas, segundo o New York Times e a CNN, houve um problema no novo aplicativo responsável pela transmissão dos dados. Em consequência, muitas seções estavam reportando seus números por telefone.

Shawn Sebastian, secretário no condado de Story, contou à CNN que primeiro tentou usar o aplicativo, mas que ele não funcionou. Depois foi orientado a transmitir os resultados por uma linha telefônica, mas que ela também não estava atendendo.

O atraso causou apreensão nas campanhas e frustração entre eleitores. Muitos candidatos estavam preparados para viajar logo após o anúncio do resultado para New Hampshire, mas tiveram que esperar. Representantes das campanhas foram chamados pelo Partido Democrata de Iowa para discutir a demora.

Por O Globo

Siga a Gazeta Brasil no Instagram