Gilmar Mendes
Foto: BBC

Ouça essa matéria na integra

Corre em segredo de Justiça, sob relatoria do ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes, uma reclamação do senador Flávio Bolsonaro (PSL) contra decisões da justiça do Rio no âmbito das investigações do caso Queiroz, que miram suposto esquema de ‘rachadinha’ no gabinete do filho do presidente Jair Bolsonaro à época em que exercia mandado na Assembleia Legislativa do Rio.

No pedido, o advogado Frederick Wassef volta a requerer que seja determinada a ‘imediata suspensão de todos os atos e procedimentos em curso’ na investigação que chegou a quebrar o sigilo do senador.

O defensor afirma que a Justiça do Rio vem descumprindo a determinação ministro Dias Toffoli, que suspendeu investigações com base em relatórios do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) obtidos sem autorização judicial.

 

*Estadão conteúdo