Nesta terça-feira (04) o ministro do STF, Alexandre de Moraes, foi selecionado para ser o novo relator do pedido formulado pela Assembleia Legislativa do Rio. O pedido é sobre montar uma nova comissão para analisar o andamento do processo de impeachment do governador do Rio Wilson Witzel.

Na segunda-feira (03), o vice-presidente do Supremo, Luiz Fux, se declarou impedido de relatar.

A reclamação apresentada pela Alerj é contra a decisão do presidente da Corte, Dias Toffoli, que acatou em 27 de julho a solicitação imposta pela defesa de Witzel e desfazendo-se então da comissão que tratava do impeachment.

Desde a decisão de Toffoli, o processo de impedimento de Witzel está parado na Assembléia.