Ouça essa matéria na integra

A Medida Provisória (MP) que libera empresas de capital aberto a publicar seus balanços no Diário Oficial da União (DOU), ou na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), ao invés dos jornais privados, vai perder a validade na próxima terça-feira (02).

A MP, no entanto, foi muito criticada por alguns políticos, dentre eles, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que chegou afirmar, que não levaria ao Congresso a votação sobre o tema.

Há também outra medida que também perderá a validade nesta terça, esta se referia à antecipação da primeira parcela do 13º de aposentados e pensionistas do INSS. O valor seria acrescido na folha de pagamento entre os últimos cinco dias úteis de agosto e os primeiros cinco dias úteis de setembro.

As duas MPs ainda precisam ser aprovadas pela Câmara e pelo Senado, porém, não serão votadas antes de perder a validade.