Foto: reprodução

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) prevê gastar até R$ 217 mil na compra de lanches para o ministro do STF, Dias Toffoli, e suas comitivas durante viagens nacionais e internacionais em voos da FAB. Foi lançado um edital para a contratação de empresa de comissaria de bordo.

Segundo integrantes do Conselho, é a primeira vez que uma licitação para esse tipo de serviço será feita no CNJ. O cardápio é bem variado passando por café da manhã, almoço e jantar.

R$ 63 mil em gelos em cubos e secos; Está prevista também, a compra de 126 sanduíches de filé, com gastos de R$ 2 mil, e R$ 1,6 mil em sanduíches de peito de peru. Os 332 kits de almoço/jantar têm uma despesa prevista de R$ 27 mil.

Ainda é incluso: bandeja de frios, castanhas, patê de diversos sabores (Gorgonzola e tomate seco), geleias (damasco, laranja e morango), iogurte natural e light; água de coco, refrigerantes com açúcar e light e sucos.

O Conselho Nacional de Justiça afirma que “a contratação de empresa especializada na prestação de serviços de comissaria de bordo traz benefícios como manutenção da segurança, conforto e alimentação adequada nos deslocamentos do presidente e autoridades deste conselho”.

Os serviços serão prestados em 4 estados federativos (Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo e Curitiba), sendo que a licitação pode ser executada por 4 empresas distintas, o que poderia aumentar a competitividade e reduzir os preços.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram