Foto: Divulgação

O ministro da Educação (MEC), Abraham Weintraub, está processando o youtuber Felipe Neto, por danos morais e direito de resposta. O ministro também pede uma indenização de R$ 5 mil por danos morais e direito de resposta após Neto ofende-lo como “imbecil” nas redes sociais, informa O Globo.

Nas redes sociais, o próprio Felipe Neto confirmou que está sendo processado e ironizou o ministro da Educação no Twitter.

De acordo com o Globo, além da indenização, Weintraub quer que Neto apague publicações sobre o Enem. O processo corre na 36ª Vara Cível do Rio de Janeiro.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram