O presidente do Banco do Brasil, Rubem Novaes, afirmou nesta terça-feira (10),  que a privatização do banco não será mais cogitada, pelo menos neste momento, uma vez que o presidente Jair Bolsonaro (Aliança Pelo Brasil), disse que o banco não será vendido.

“A privatização do banco é decisão política. Todos sabem do meu posicionamento, o do Paulo Guedes, mas o presidente já disse que não vai privatizar e o assunto está encerrado”, declarou Novaes em audiência da Comissão de Trabalho da Câmara.

“Mesmo que fosse decisão do Executivo, teria que passar necessariamente pelo Congresso. Sou a favor da privatização? Sou. Vai ter privatização? Não, porque o presidente já disse que não vai ter”, concluiu o presidente do BB.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram