Ouça essa matéria na integra

A Polícia Federal (PF) pediu a prisão, nesta terça-feira (10), de alguns envolvidos na compra, com dinheiro ilícito, do sítio de Atibaia pelo filho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o Lulinha, além de cinco funcionários do Grupo Gol, no entanto, mas a Justiça decidiu negar os pedidos.

A operação da Lava-Jato nesta terça-feira, que mira Fábio Luís Lula da Silva e seus sócios na Gamecorp Kalil Bittar e Jonas Suassuna.

Confira o despacho: