terça-feira, 20 de abril de 2021

Irã executa jornalista acusado de fomentar a violência durante protestos

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 1

Neste sábado (12), o Irã executou o jornalista ativista Ruhollah Zam, que morou por anos como exilado na França, após a confirmação da condenação à morte por seu papel nos protestos contra o governo de Teerã em 2017 e 2018.

Ruhollah Zam foi enforcado no sábado, depois que a Suprema Corte manteve a sentença de morte contra ele, informou a televisão estatal.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 2

Zam, que vivia exilado na França, teria sido detido depois de viajar para o Iraque no ano passado.

O jornalista dirigia um canal (AmadNews) na plataforma de mensagens Telegram. Ele foi condenado por desempenhar um papel ativo, com o canal, nos protestos do fim de 2017 e início de 2018.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 3

A rede, que tinha mais de um milhão de seguidores no aplicativo de mensagens criptografadas Telegram, compartilhou vídeos de protestos e informações prejudiciais sobre autoridades iranianas.

Ele foi removido pelo Telegram por violar as regras da empresa sobre a postagem de conteúdo perigoso, mas posteriormente reaberto com um nome diferente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 4

O jornalista é filho do clérigo xiita Mohammad Ali Zam, um reformista que já ocupou um cargo político no governo no início dos anos 1980. O clérigo escreveu uma carta publicada pela mídia iraniana em julho de 2017, na qual disse que não apoiaria seu filho por causa das reportagens e mensagens do AmadNews em seu canal Telegram.

O pai de Zam postou no sábado em sua conta no Instagram que as autoridades iranianas não notificaram seu filho de que ele havia sido condenado à execução.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE 5
Gazeta Brasil
Gazeta Brasilhttps://www.gazetabrasil.com.br
A Gazeta Brasil é um jornal brasileiro diário editado na cidade de São Paulo. Publica textos, fotos, vídeos no formato digital. Faz parte do grupo AZComm Comunicação e Eventos.
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Últimos artigos