CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Fux – Agenda 2030 da ONU

Durante discurso de posse como presidente do STF, o ministro Luiz Fux defendeu na tarde desta quinta-feira (10), a Agenda 2030 da ONU, como “eixo” de sua gestão. Ele explicou que sua presidência vai se basear em 5 eixos:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“1) a proteção dos direitos humanos e do meio ambiente; 2) a garantia da segurança jurídica conducente à otimização do ambiente de negócios no Brasil; 3) o combate à corrupção, ao crime organizado e à lavagem de dinheiro, com a consequente recuperação de ativos, 4) o incentivo ao acesso à justiça digital, e 5) o fortalecimento da vocação constitucional do Supremo Tribunal Federal (STF)”.

“Todos esses eixos encontram-se alinhados aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU)”, disse o ministro.

Dentre as 17 ‘metas’ da agenda 2030 da ONU, estão a ideologia de gênero e o aborto, sob o disfarce de ‘direitos sexuais e reprodutivos’.

Fux - Agenda 2030 da ONU
Foto: Agenda 2030 da ONU/ONU
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE