O presidente da CPMI das Fake News, senador Angelo Coronel (PSD), apresentou um requerimento para que a comissão tenha acesso a contas ligadas ao PT que foram bloqueadas pelo WhatsApp. Nas últimas semanas, o partido de esquerda teve pelo menos 9 de suas contas desativadas no aplicativo por denúncias de spam político e disparo ilegal de mensagens em massa.

“No sentido de entender tal decisão, acreditamos que a CPMI das Fake News deva ter acesso às contas e às razões que levaram à remoção”, diz Angelo em trecho do requerimento.

“Ao mesmo tempo que é necessário garantir a segurança dos usuários e o uso correto das ferramentas que a tecnologia oferece, é preciso também assegurar a livre circulação de ideias, a liberdade de expressão e de manifestação do pensamento, além de garantir o cumprimento do preceito constitucional que assegura o sigilo das correspondências”, ressaltou.

Essa observação não foi feita quando, na semana passada, Coronel pediu acesso a contas conservadoras censuradas pelo Facebook.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram