As carnes de frango e porco devem seguir a tendência de preços da bovina em 2020 e caírem no início do ano, mas com valores maiores que os praticados antes da disparada na cotação, ocorrida em outubro, de acordo com a associação que representa os frigoríficos do setor (ABPA) nesta quinta-feira (12).

A ABPA aponta que o preço da carne de frango, por exemplo, ficou estável por três anos e que o ajuste é normal para o momento do mercado.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram