CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ministro da Educação, Milton Ribeiro, afirmou nesta quinta-feira (17), durante comissão mista da Covid-19, que ainda tem sido criticado por “instituições que estão mais à direita do espectro ideológico” por conversar com “figuras que são tidas como pessoas de um radicalismo ideológico”. Porém, ele reiterou que pretende “ouvir a todos e pacificar” o MEC.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Não é possível o MEC viver num embate ideológico e deixar a qualidade da educação em segundo plano”, afirmou Ribeiro. “Sou conservador. Se quiserem me rotular como de direita, eu sou”.

“Mas, como sou oriundo da universidade, acredito que não sou dono da verdade. Eu gostaria de ouvir a todos. A universidade tem esse nome não é à toa: é uma universidade de ideias e pensamentos que precisamos respeitar”, disse Ribeiro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE