CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

STF – Kassio Nunes plagiou

O desembargador do TRF-1, Kassio Nunes Marques, escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro para assumir uma vaga no Supremo Tribunal Federal (STF), apresentou uma dissertação de mestrado à Universidade Autônoma de Lisboa, em Portugal, com “trechos inteiros copiados de artigos publicados na internet por um advogado”. A informação é da Crusoé. Kassio concluiu a dissertação em 2015.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Um levantamento feito pela Crusoé, nas 127 páginas do mestrado, que garantiu ao desembargador do TRF-1 o título de mestre em direito, mostra que passagens inteiras são idênticas a trechos de textos do integrante da banca de advocacia do ex-ministro do STF, Carlos Ayres Britto, o advogado Saul Tourinho Leal.

A dissertação do indicado ao STF repete até um erro de português contido em um dos artigos de Tourinho – o que indica ter havido, na elaboração da dissertação, um “copia e cola” a partir dos textos do advogado.

Tourinho Leal e Kassio são piauienses.

Para identificar os trechos da dissertação do mestrado de Marques, a Crusoé utilizou a ferramenta “Plagium”, disponível na internet. Há mais de uma dezena de passagens da dissertação de Kassio Marques reproduzem partes de artigos de Tourinho, muitas sem tirar nem pôr palavras. No trabalho, não há qualquer referência ao advogado. Ele não é citado nenhuma vez.

Ainda de acordo com a revista, para além dos indícios de plágio, na dissertação do desembargador indicado para assumir o STF, há algo mais que chama atenção e que põe em dúvida se foi ele mesmo quem produziu o trabalho: o arquivo do texto, disponibilizado na internet, registra o nome “Saul” como autor do documento.

Confira:

KAASSSIIIOOOOO
Foto: Divulgação
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE