O governador de São Paulo, João Doria, anunciou na tarde desta quarta-feira (30), a assinatura de um acordo com a empresa chinesa Sinovac para 46 milhões de doses da vacina CoronaVac. “Serão entregues pela Sinovac ao Butatan no próximo mês de dezembro”, afirmou.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

“Obviamente que vamos aguardar a finalização dessa terceira fase de testagem da vacina CoronaVac no Brasil. E aguardaremos também a sinalização positiva da Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Os testes seguem até o dia 15 de outubro”, disse o tucano.

Ele ainda afirmou estar “confiante” no resultado da vacina chinesa: “Estamos avançando positivamente com esperança no coração de que esta será uma das mais promissoras contra a Covid-19”.

A vacina precisa de autorização da Anvisa para ser distribuída ao público. No momento, está na fase III, a última fase do ensaio clínico antes dessa distribuição.