onyx

Onyx Lorenzoni, ministro da Cidadania, garantiu nesta terça-feira (07) que os trabalhadores que receberem os R$ 600 do coronavoucher e estiverem com as contas no vermelho não terão os débitos descontados pelo benefício.

Se eventualmente está com cheque especial de R$ 200, de R$ 250, esse dinheiro não vai ser retirado dos R$ 600. A cada parcela de R$ 600 o sistema bancário vai contribuir deixando ele intacto para as pessoas utilizarem no que for interesse de cada cidadão.” Explicou o ministro.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram