CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou na noite desta sexta-feira (02), na saída de seu Ministério, que furar o teto de gastos para ganhar eleições é irresponsável com as futuras gerações, em meio a discussões sobre a forma de financiamento do Renda Cidadã.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Guedes disse que o governo vai aumentar os recursos repassados no programa, mas ressalvou os limites. “Vamos ter que dar uma turbinada neste programa sim. Mas precisa furar teto? Não”, disse.

O ministro da economia disse que uma coisa é furar o teto porque se estava salvando vidas na pandemia, acrescentando que, se houver uma segunda onda de Covid-19 “aí sim é o caso de furar o teto”:

“Agora furar o teto para ganhar eleição é irresponsável com as futuras gerações”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE