CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O Tribunal Regional do Trabalho do Rio de Janeiro proibiu, em nova decisão liminar, o Flamengo de jogar, treinar e viajar por 15 dias, período em que os jogadores deverão cumprir quarentena em razão do surto de coronavírus no clube.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Caso descumpra a decisão, o time carioca deverá pagar uma multa de R$ 10 milhões. Ao todo, o Flamengo tem 19 jogadores infectados com a Covid-19.

Com a decisão de Filipe Olmo, o Flamengo não poderá entrar em campo pelos próximos compromissos pela Libertadores e pelo Campeonato Brasileiro. No torneio continental, o Fla perderia o jogo contra o Independiente Del Valle, nesta quarta-feira (30), no Maracanã.

Já pelo Brasileirão, a equipe carioca não poderia disputar as partidas contra Athletico Paranaense, no próximo domingo (4); Sport, no dia 7 de outubro; e o clássico contra o Vasco, em 10 de outubro. O regulamento do campeonato prevê punições para times que se beneficiarem de decisões da “Justiça comum” para não entrarem em campo.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE