Ouça essa matéria na integra

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, avisou para magistrados, promotores e procuradores que não haverá cortes de salários no Judiciário e no Ministério Público.

O coordenador da frente que reúne associações de magistrados, promotores e procuradores, Manoel Murrieta, recebeu a mensagem do ministro do Supremo sobre um compromisso do Congresso de não reduzir vencimentos e subsídios.

Assim, devemos continuar vigilantes, mas aguardar os próximos movimentos. Saudações classistas”, diz Manoel, na nota.

Murrieta preside a Associação Nacional dos Membros do Ministério Público, a Conamp, e atualmente coordena a frente associativa. Recentemene, Rodrigo Maia defendeu a redução dos salários em 20%, durante a epidemia do coronavírus.

Siga a Gazeta Brasil no Instagram