CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Os Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos disseram nesta quinta-feira (02) às autoridades de saúde pública dos Estados Unidos para se prepararem para distribuir uma vacina potencial contra o coronavírus já no final de outubro.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Também são fornecidos cenários de planejamento para ajudar os estados a se preparar. Os documentos foram publicados pela primeira vez pelo New York Times e o CDC confirmou à CNN Internacional que os enviou a autoridades de saúde pública estaduais e municipais.

Os documentos priorizam populações específicas para as vacinas, incluindo profissionais de saúde, trabalhadores essenciais, residentes e funcionários de instituições de cuidados de longa duração e populações de segurança nacional.

Na semana passada, o Diretor do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, Dr. Robert Redfield, pediu aos estados que acelerassem a aprovação de uma empresa com a qual o governo federal havia contratado para ajudar a distribuir qualquer vacina contra o coronavírus.

Em uma carta, Redfield pediu a eles que renunciassem a quaisquer exigências que pudessem atrapalhar a distribuição de vacinas até 1º de novembro – antes do dia da eleição – e semanas, se não meses, antes que a maioria dos especialistas esperasse que qualquer vacina fosse totalmente testada.

Os documentos não significam necessariamente que uma vacina estará disponível no final de outubro.

Os esforços para barrar a pandemia incluíram recomendações ao governo federal pedindo para que preparassem uma rede de distribuição segura para os norte-americanos enquanto os cientistas trabalham em uma vacina. A administração Trump disse que está fazendo isso. As empresas que desenvolvem as vacinas já estão acelerando a fabricação de modo que, caso uma ou mais sejam consideradas seguras e eficazes nas pessoas, possam começar a ir para a população imediatamente.

O governo federal tem um contrato com a empresa de suprimentos médicos e farmacêuticos McKesson para distribuir vacinas contra o coronavírus. Mas vai precisar de autorizações e licenças de estados e territórios. 

“O cenário da vacina Covid-19 está evoluindo e incerto, e esses cenários podem evoluir à medida que mais informações estiverem disponíveis”, aconselha um dos documentos do cenário.

*Com informações da CNN Internacional*

 
 
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE