Nos siga em

O QUE ESTÁ PROCURANDO

Política

‘Daniel Silveira pode ocupar qualquer posição na Câmara’, defende Ricardo Barros

O líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP), considera que não há motivos para “constrangimento” com a indicação de Daniel Silveira pelo PTB para cargo na Comissão de Constituição e Justiça da Casa, a CCJ.

A declaração foi feita em entrevista concedida ao Jornal da Manhã, da Jovem Pan News, nesta sexta-feira (29).

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Na visão do parlamentar, com o indulto concedido pelo presidente Jair Bolsonaro, Silveira “não tem pena a cumprir” e, por isso, não há motivos para suspender a indicação. “Daniel está deputado federal no pleno exercício de seu mandato e pode ocupar qualquer posição dentro da estrutura da Câmara”, afirmou.

“Não vejo incompatibilidade dele exercer o mandato permanente, na medida que a pena que ele recebeu do Supremo Tribunal Federal foi anulada pelo presidente Bolsonaro. Não tendo pena a cumprir, não tem razão para gerar constrangimento”, disse Barros, que vê muita “sensibilidade” do STF.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

“O Supremo está muito sensível, qualquer coisa se sentem afetados. […] Não tem escalada nenhuma de conflito. O STF condenou Daniel Silveira dentro das suas atribuições e o presidente anistiou-o dentro das suas atribuições. Todo mundo agiu dentro da regra constitucional. Agir dentro da regra não pode criar conflito. Está todo mundo muito sensível. Não acho que tenha nenhuma provocação, ele está exercendo plenamente as suas funções”, afirmou ele, negando que a indicação do deputado para a CCJ fosse uma forma de contrariar ou pudesse escalar as tensões entre os Poderes. 

Mesmo com o indulto presidencial à favor de Daniel Silveira, o líder do governo considera que o Judiciário pode manter o deputado federal inelegível – decisão tomada por ampla maioria dos ministros e que restringe os direitos políticos por oito anos.

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Para Barros, não há razão para que Silveira não possa concorrer às eleições de 2022, mas o Judiciário é “imprevisível”.

“Infelizmente, o Judiciário decide a gosto do freguês. Então, Dallagnol, que renunciou a sua carreira de procurador no Ministério Público com processo administrativo aberto, e nesse caso está inelegível, acho que vão liberar [sua candidatura]. Daniel, que teve a sua pena anulada e portanto não há consequências, eles vão querer dizer que está inelegível. É lamentável que a gente tenha essa situação no Brasil.”

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Escrito Por

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Destaques

Influencer famosa por falar sobre maternidade morre aos 34 anos

Celebridades

A influencer digital Tainá Medeiros, conhecida nas redes sociais por seus conteúdos sobre maternidade, faleceu aos 34 anos na quarta-feira (24). Comandante da conta...

Filho de Lula chama Janja de "puta" em mensagem de WhatsApp; confira Filho de Lula chama Janja de "puta" em mensagem de WhatsApp; confira

Política

Luís Cláudio, o filho mais novo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), assinou um contrato com uma empresa em Cuba no mesmo...

Israel lança nova operação em Gaza e tropas invadem complexo de agência da ONU usado pelo Hamas Israel lança nova operação em Gaza e tropas invadem complexo de agência da ONU usado pelo Hamas

Mundo

As forças israelenses avançaram mais profundamente em várias cidades no lado leste de Khan Younis, no sul da Faixa de Gaza, nesta quinta-feira (25)....

Mídia

A candidata à Prefeitura de São Paulo pelo Partido Novo, Marina Helena, e a jornalista Raquel Landim, mediadora da entrevista, protagonizaram um debate acalorado...

Saúde

A farmacêutica Gilead Sciences revelou na quarta-feira (24) que seu novo medicamento injetável, o lenacapavir, demonstrou 100% de eficácia na prevenção do HIV na...

Celso Amorim mantém ida à Venezuela: 'Objetivo do Brasil é contribuir para eleição correta e limpa' Celso Amorim mantém ida à Venezuela: 'Objetivo do Brasil é contribuir para eleição correta e limpa'

Mundo

O assessor especial para assuntos internacionais, Celso Amorim, estará na Venezuela no próximo domingo (28). Amorim será o representante do governo brasileiro nas eleições...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO

Brasil

Brasil

A neurologista Claudia Soares, detida em flagrante por sequestrar um bebê recém-nascido em Uberlândia (MG), enfrentará uma audiência de custódia nesta quinta-feira (25). Ela...

Brasil

Um incêndio atingiu a Cidade Administrativa, em Belo Horizonte, na manhã desta quinta-feira. Segundo informações iniciais, o fogo teria se originado na central de...

Brasil

O número de trabalhadores no setor comercial brasileiro atingiu 10,3 milhões em 2022, o maior número desde 2015. Esses profissionais estavam empregados em 1,4...

Brasil

Mais de 339 mil brasileiros com dívidas junto ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) foram beneficiados pelo programa de renegociação Desenrola Fies, conforme anunciou...

MACONHA - CCJ da Câmara pode votar nesta terça PEC que criminaliza posse ou porte de qualquer droga MACONHA - CCJ da Câmara pode votar nesta terça PEC que criminaliza posse ou porte de qualquer droga

Brasil

Na quarta-feira (24), a Polícia Federal (PF) iniciou a sexta fase da operação Terra Livre na região de Grajaú/MA, focada na erradicação do cultivo...

Brasil

A Secretaria Estadual da Saúde (SES) vai destinar R$ 2,1 milhões para seis hospitais de pequeno porte no Rio Grande do Sul, com o...

CONTINUE LENDO APÓS O ANÚNCIO
Facebook
X\Twetter
LinkedIn
WhatsApp
Threads
Telegram
Reddit